Vale do Javari: lavra garimpeira de ouro ilegal

Pesquisa de Telma Monteiro



Rio Quixito e rio Itaquí, com 9 mil ha, no Vale do Javari, de Permissão de Lavra Garimpeira (PLG), de ouro, concedida pela Agência Nacional de Mineração (ANM). Essa permissão foi dada na região de faixa de fronteira e Terra Indígena (em rosa no mapa). À direita no mapa pode-se ver processo minerário de Nióbio em sobreposição à Terra Indígena. 

 

Processo da COOGAM na Agência Nacional de Mineração (ANM), para o Vale do Javari

Em lilás a Permissão de Lavra Garimpeira em Atalaia do Norte, Vale do Javari

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

CorreioCast 11: Ferrogrão (EF-170) e a exploração da Amazônia

Empresa italiana compra ouro ilegal de Terra Indígena no Pará